Guatemala
O grão estritamente de altitude é muito encorpado e deliciosamente equilibrado, originando um café complexo e condimentado. Os cafeeiros foram introduzidos no país em 1750, pelos padres jesuítas. A indústria foi desenvolvida pelos colonizadores alemães em finais do século XIX. Hoje em dia, a maior parte da produção encontra-se no sul do país, onde as encostas e as montanhas de solo vulcânico da Sierra Madre propiciam as condições ideais para grãos Arábica da melhor qualidade, já que a altitude elevada produz um café vigoroso e delicioso. Um nome a ter em conta é Antígua. De 30 em 30 anos, a área que circunda Antígua fica sujeita a erupções vulcânicas, o que proporciona a presença de uma quantidade adicional de azoto no solo, já muito rico. A região ainda é abençoada por quedas de chuva ligeira e sol quanto baste.