HISTÓRIA DA MARCA

A SICAL nasce no PortoA 25 de Abril, Vicente Peres, um homem que não gostava de beber café sozinho e que estava sempre atento às necessidades dos consumidores, fez nascer a SICAL – Sociedade Importadora de Cafés, Lda.
Com menos de dez funcionários e sem instalações fabris próprias, mas com grande ambição e vontade, SICAL inicia, assim, no Porto, a sua atividade como importadora de cafés puros torrados. SICAL torna-se autónoma.
O sucesso começa a exigir novas respostas. O crescimento e expansão da empresa acabam por impor a construção de torrefação própria.

1947

SICAL é a primeira marca portuguesa de cafés a fazer publicidade.Começa a ganhar força a assinatura que ficou na memória coletiva durante décadas: “O tal do gostinho especial.”
Chega à televisão e às salas de cinema lado-a-lado com grandes personalidades, como António Silva, Vasco Santana e Olavo D´Eça Leal. Na era do filme a preto e branco, o genuíno humor popular, uma comunicação eficaz e um produto de qualidade, são os ingredientes que iniciam uma nova fase na publicidade portuguesa da época. SICAL assume o pioneirismo e contribui para a evolução do filme publicitário.
Abertura da unidade fabril em Matosinhos, a fábrica da Senhora da Hora.
Pacotes de celofane – processo de embalagem do grão até então inédito no nosso país, reforçando a imagem de pioneirismo da SICAL.

1956

Nasce uma delegação da SICAL em LisboaNo filme publicitário, personalidades de várias áreas e artes mostram a sua destreza no seu próprio meio. Pilotos na pista, atletas no estádio e campinos na lezíria, provam que a especialização numa área é o que faz deles os melhores. Tal como acontece com o café SICAL.
O crescimento da empresa e a intensificação da atividade comercial levam à abertura de uma delegação na Rua da Alfândega, em Lisboa, com oito funcionários.

1960

"Cada terra com seu uso, todos com SICAL."Conceito comunicado em filme de animação com caracterização popular de várias regiões do país. Primeira campanha publicitária portuguesa no setor dos cafés a ser premiada em festivais internacionais – Medalha de prata do Festival Internacional Publicitário de Nova Iorque.
Angola, então colónia de Portugal, torna-se um dos maiores produtores de café do mundo – e o maior na variedade robusta – o que representa para a metrópole, e para SICAL em particular, uma posição privilegiada no panorama internacional.

1967

Um ano difícil, mas superado com sucessoSICAL ultrapassa uma crise de fogo. Com as fortes e cíclicas geadas brasileiras e a independência de Angola, a tonelada do café atinge valores astronómicos. Apesar da inflação e a crise mundial no mercado do café, a SICAL supera as adversidades.

1975

SICAL surpreende com novas embalagensCampanha de lançamento de novas embalagens, com filme do Grande Prémio de Fórmula 1 do Estoril.
Lançamento de novas embalagens com válvula de controlo de aroma, elemento importante para a garantia da frescura e qualidade do produto.

1984

SICAL constrói uma nova fábricaConstrução de uma nova fábrica com a mais recente tecnologia e condições de higiene ímpares. SICAL dá um importante passo rumo ao futuro. É o início de uma nova era do café português.

1985

SICAL é adquirida pela NestléA sua grande experiência, bem como a sua ligação aos ex-“territórios ultramarinos”, aliada à visão mais alargada no mercado mundial de café da Nestlé, traduz-se numa parceria enriquecedora.

1987

Utiliza-se, pela primeira vez, a assinatura "As origens do café"Evolução no conceito de comunicação da marca. No lançamento de novos lotes utiliza-se pela primeira vez “As origens do café” como substituição de “O tal do gostinho especial”.
“Saborear um café é partilhar por momentos a tradição mais autêntica das origens do café. Café SICAL... o tal.”.
Ilustrada por um spot em que uma jovem esbelta baiana, simbolizando o café SICAL, evolui ao ritmo do samba num movimento que dá lugar a uma mulher sofisticada e atual.
Cria-se o elo entre as origens do café e os grandes centros urbanos do seu consumo.
Lançamento do Descafeinado, proporcionando os prazeres do café mesmo aos consumidores que têm de se privar de cafeína. Descafeinado através de um processo 100% natural, apenas é utilizada água para separar a cafeína do grão, sem prejuízo da sua qualidade.

1988

A gama SICAL aumentaA comunicação SICAL passa a refletir o imaginário de Aventuras, Evasão, Autenticidade e Proximidade com a Natureza e apoia-se na iconografia étnica e tribal de cada uma das regiões de plantação do café. A icónica Baiana liga a marca a uma das origens mais conhecidas no mercado português, o Brasil.
A gama SICAL aumenta. Ao tradicional Lote 5 Estrelas juntam-se os Lotes Kenya e Vera Cruz, reforçando assim o conceito de “origens” e os valores de exotismo e de especialista em cafés.

1996

Sob o tema Rejuvenescer aos 50, SICAL comemora meio século de existência.As “bodas de ouro” são assinaladas com a renovação e diferenciação da sua imagem, onde é acentuado o carácter de tradição e genuinidade, tanto na produção de cafés, como na comunicação publicitária. As comemorações, com inúmeras ações, duram todo o ano, contagiando os colaboradores e consumidores com o espírito de celebração.

1997

A qualidade dos cafés SICAL é, mais uma vez, reconhecidaA fábrica no Porto detém a Certificação de Qualidade no âmbito da norma ISO 9002, o que vem confirmar os elevados padrões de qualidade a que a SICAL tem habituado os seus consumidores.

1998

É lançado um novo logótipoSICAL reforça as “origens” nas embalagens e na comunicação.
Remodelação da imagem das embalagens de toda a gama SICAL.
Novo logótipo, maior destaque à Baiana e reforço do posicionamento “origens” de cada lote, através da utilização de mapas e ícones tribais de cada território.
Lançamento do Lote 5 Estrelas em Unidoses (7g de café)
Cada saqueta contém a dosagem correcta e a moagem adequada para a fácil preparação de um café expresso em casa e está fechada hermeticamente para conservar a frescura e o aroma do café.

2001

"As origens do café" são reforçadasSICAL é a primeira marca de café em Portugal a segmentar e comunicar a sua gama de produtos pela origem do café (África, América, Ásia/Oceânia) e também pelas características organoléticas (sabor, aroma) – o intenso Lote Kenya, o suave Lote Vera Cruz, o clássico Lote 5 estrelas e agora também o aromático Lote Papua-Nova Guiné.
Reforço do conceito “As origens do café” com a campanha de lançamento do Lote Papua Nova Guiné, remetendo o consumidor para o cenário paisagístico e cultural dos países das origens do café.
A gama é complementada com o lançamento do Lote Papua Nova Guiné, que vem adicionar um lote de cafés provenientes da Ásia/Oceânia aos já existentes blends de África (Lote Kenya) e das Américas (Lote Vera Cruz).
O Lote Papua Nova Guiné, o mais aromático da SICAL, reúne os cafés desta origem tão genuína, entre o Índico e o Pacífico, onde o café continua a ser cultivado segundo métodos tradicionais.

2002

"Mais que um lote, uma cultura"Nova assinatura da campanha comunica características distintas de cada lote, remetendo para o exotismo das suas origens. De uma forma sofisticada e inovadora cada lote fala da sua origem, ilustrada através de modelos que representam os diferentes lotes de café, sublinhando as suas características através do ambiente e dos adereços recriados na campanha.

2003

Um Lote Sublime para os fãs de caféNasce o Lote Sublime, o topo de gama da SICAL da Cafetaria Profissional.
O consumidor teve parte ativa no desenvolvimento criterioso deste lote. O Lote Sublime satisfaz simultaneamente o consumidor SICAL tradicional e aquele que exige a evolução do perfil do seu café favorito.

2004

60 anos SICALTempo de voltar a inovar. Lançamento de uma nova embalagem no formato 250g, mais prática, fácil e cómoda.
“Agora o fecho também é 5 estrelas”
A campanha é lançada na TV, na imprensa e na rua, com outdoors com esta assinatura.
Novo sistema de fecho, muito prático e útil, que permite conservar todas as qualidades do café. Embora o perfil do café português esteja marcado por anos de importação de Robustas, assiste-se ao desenvolvimento de lotes com uma percentagem cada vez maior de Arábicas, que originam um café mais aromático e de paladar mais suave.

2007

"SICAL. Paixão pelas Origens"Nasce o novo conceito de comunicação SICAL. As origens do café são o reforço e expressão dos valores de exotismo, tradição e genuinidade. A imagem de um aroma e sabor únicos dos quais SICAL sempre se orgulhou.

2009

"SICAL. O café está na origem."A nova assinatura revela o reposicionamento estratégico.
O café, que tem a sua origem em diversos países do mundo, também está na origem de muito do que é importante na vida das pessoas.
O café ganha mais cheirinho com o aroma a sair da chávena, a tradicional baiana ganha mais graça e toda a comunicação se torna mais emocional.
A nova campanha SICAL chega às ruas, aos quiosques, ao café do bairro, aos jornais, à TV e às redes sociais. SICAL está próxima dos seus consumidores e está na origem de muita interação e cumplicidade.
Lançamento da nova embalagem, mais moderna, simples e coerente com toda a gama; lançamento do filme publicitário “Beijo” e redesign do site.

2012

SICAL reforça distinção entre as OrigensSICAL renova a sua imagem nas embalagens de lar. Uma imagem mais jovem, que reforça a distinção entre as Origens. Foi introduzida a escala de intensidade de 0 a 10 para facilitar a escolha do consumidor, melhorando a sua experiência.

2014

SICAL APRESENTA NOVO SITEA SICAL redesenha todo o seu site, que passa a apresentar um look and feel que “respira” viagens.
Assente na assinatura “SICAL – O café está na origem”, o novo site convida os amantes do café a conhecerem melhor a marca e a embarcarem numa viagem pelos países produtores de café, numa jornada repleta de cores, cheiros, sabores e texturas.
O novo site foi desenhado para ser responsivo, de forma a poder ser visto em qualquer dispositivo móvel.

2015